Skip to main content

Posts

Showing posts from February, 2016

O Pavilhão do Atraso

(Inspirado na brilhante ideia do meu amigo Andre Zaru)
O Museu do Amanhã foi recentemente inaugurado no Rio de Janeiro. Apropriado, não? País do futuro, Museu do Amanhã. É um futuro que nunca chegou e, do jeito que vai, nunca chegará. Se o museu fizer jus ao nome, o acervo será riquíssimo: inflação, desemprego, insegurança social, impostos. Tudo isso faz parte do nosso avenir.
Mas, para crianças e jovens, é importante estudar a História, para que entendam como pudemos chegar a este ponto. Portanto, parte do espaço no entorno do Museu do Amanhã poderia ser usado para abrigar o “Pavilhão do Atraso”, museu dedicado a ajudar as novas gerações a entender o porquê de o Brasil ser tão pobre socialmente, institucionalmente, tecnologicamente e, cada vez mais, economicamente.
Para acessar o Pavilhão do Atraso, o visitante teria que comprar seu ingresso na hora, pois não haveria venda pela internet. Ele entraria numa fila para pegar uma senha que lhe desse acesso à bilheteria. O pagamento seria s…

Contos marroquinos

(Sempre prefiro escrever na terceira pessoa, mas desta vez não tem muito jeito...)
Numa certa noite de semana no Rio de Janeiro, fui ao cinema com minha esposa. Quando voltávamos para casa, eu dirigia seu carro e fui parado numa blitz da lei seca. Soprei e fui liberado, mas para minha surpresa, o funcionário da blitz me comunicou que o veículo seria apreendido. O carro era novo, com impostos pagos, emplacado, então por que seria apreendido?
Carros novos são isentos de vistoria anual nos dois primeiros exercícios. Minha esposa sabia disso, mas não sabia que ela tinha que comparecer ao posto do Detran para tirar o papel. É o serviço de nome irônico “poupa-tempo”. Ora, se não precisa de vistoria, não basta pagar o imposto?
Bem, desconhecimento da lei não é desculpa para que ela não seja aplicada e multa era devida. O ponto aqui é a burrice embutida na lei. Ter o veículo apreendido com todos os impostos quites pelo simples fato de não ter o papel é quase análogo ao sujeito ser autuado no me…